A top da culinária

Helena Rizzo trocou as passarelas pelas panelas e hoje é a melhor chef mulher do mundo

 

helena01

 

 

Nascida em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, Helena Rizzo veio a São Paulo ainda adolescente, como tantas outras meninas, para seguir a carreira de modelo. O corpo alto e longilíneo, os olhos claros e o cabelo escuro favoreciam a profissão. Mas o início promissor durou pouco. Não que faltassem grifes interessadas na gauchinha para desfilar suas criações. Pelo contrário. Helena é quem não se deslumbrava com o glamoroso mundo da moda.

Decidida, abandonou as passarelas para cultivar o seu amor pela gastronomia. Fez estágio com alguns dos maiores chefs radicados no Brasil, como Emmanuel Bassoleil, Luciano Boseggia e Neka Mena Barreto, antes de assumir as panelas do Na Mata Café, onde começou a causar grande sensação. “Era glamour demais e eu estava enjoada de ser tratada como chef-modelo”, recorda.

Para fugir do estigma, pôs o pé na estrada. Rumou para a Itália e depois para a Espanha, onde entrou em contato com arrojadas técnicas culinárias. Lá, Helena trabalhou no El Celler de Can Roca, atualmente o restaurante no topo da lista dos “50 Melhores do Mundo”, segundo a publicação britânica “Restaurant”. Sua passagem pela famosa casa foi particularmente especial, pois foi onde conheceu seu marido, o chef catalão Daniel Redondo.

De volta a São Paulo, Helena foi convidada pela apresentadora Fernanda Lima – amiga desde os tempos de passarela – para abrirem juntas um restaurante na região dos Jardins. Assim surgia, em 2006, o Maní. Junto do marido, a chef elaborou um cardápio instigante, com sugestões modernas e inusitadas, entre elas as esferas de recheios líquidos como queijo burrata e feijoada, indicadas para a entrada.

Desde então, a cozinheira se esmera no preparo de pratos como o falso tortelli de lâminas de pupunha recheadas de abóbora com melão e amêndoa na manteiga de sálvia ou o atum levemente grelhado na companhia de quinoa, chutney de amora e espuma de gengibre.

Suas criações conquistaram críticos e colegas como o premiadíssimo chef espanhol Joan Roca, com quem Helena Rizzo aprendeu muito em sua temporada na Espanha. “Helena tem talento, sensibilidade e paixão. Ela é autêntica e fiel às suas raízes”, elogia o chef.

Em 2013, o Maní entrou pela primeira vez na lista das 50 principais casas da revista “Restaurant” e Helena foi eleita a “Melhor Chef Mulher da América Latina”. Mas o melhor ainda estava por vir. Em abril deste ano, o Maní saltou 12 posições, saindo do 46º posto para o 36º lugar da lista. Surpresa maior veio com a premiação individual, que elevou Helena ao título de “Melhor Chef Mulher do Mundo”, em eleição da Veuve Clicquot em parceria com a tradicional publicação britânica.

                                                                                                                          

Agora a chef brasileira faz parte de um seleto grupo de mulheres excepcionalmente talentosas, incluindo Elena Arzak, do Arzak na Espanha; Anne-Sophie Pic, da Maison Pic na França; e a ganhadora do ano passado, Nadia Santini, de Dal Pescatore na Itália.

 “Este prêmio é um reconhecimento do meu trabalho e de toda a nossa equipe. Eu não sou e nunca tive a intenção de ser ‘a melhor chef feminina do mundo’. Cada um de nós pode ser o melhor em uma situação particular, em um determinado momento, para uma determinada pessoa. É claro que eu estou muito feliz e honrada. No Maní, tentamos dar o nosso melhor todos os dias, às vezes erramos, mas também às vezes a gente acerta. Tomara que este prêmio faça que o mundo gastronômico fique de olho no trabalho das cozinheiras e a gastronomia maravilhosa que temos no Brasil”, ressalta Helena.


Falsos Tortéis de Pupunha e Abóbora


receita helena rizzo

Rosbife em Crosta de Lapsang Soushog salada morna de batatas

Edição atual

 

capa030

 

[+] News

Érea reúne convidados na CASACOR

08 Junho 2018
Érea reúne convidados na CASACOR

Marca apresenta novas peças no ambiente do arquiteto Roberto Migotto

Ripa Em Alta

08 Junho 2018
Ripa Em Alta

Réguas Ripadas de Madeira

Arte Sacra

08 Junho 2018
Arte Sacra

Capelas do Vaticano na Bienal de Veneza

Entre o clássico e o contemporâneo

08 Junho 2018
Entre o clássico e o contemporâneo

Em tons sóbrios, décor explora o jogo de texturas e estilos

Espaços repaginados

08 Junho 2018
Espaços repaginados

Reforma harmoniza o décor e traz charme aos ambientes

Uma casa para celebrar a família

08 Junho 2018
Uma casa para celebrar a família

Lar do casal tem espaços amplos e móveis generosos para abrigar os filhos e os netos

Paleta neutra e contraste de texturas

30 Maio 2018
Paleta neutra e contraste de texturas

Monocromia é arma para obter espaços aconchegantes e sofisticados

Design Afetivo

25 Maio 2018
Design Afetivo

Nova Coleção Punto e Filo

Convite ao convívio

25 Maio 2018
Convite ao convívio

Com espaços integrados, apê foi pensado para curtir os momentos em família 

Versatilidade

24 Maio 2018
Versatilidade

Sofá Spasso

5 dúvidas sobre coifas

24 Maio 2018
5 dúvidas sobre coifas

O arquiteto Rodrigo Kolton explica as diferenças e ensina como escolher o modelo ideal

Breton lança nova coleção

22 Maio 2018
Breton lança nova coleção

"Vida em Família" é inspirada nos valores transmitidos ao longo de gerações

Cabeceiras

18 Maio 2018
Cabeceiras

Confira 9 modelos para surpreender e transformar a decoração do seu quarto

Preciosidades

15 Maio 2018
Preciosidades

Mesas Laterais e de Centro Joalheria

Ação Solidária

15 Maio 2018
Ação Solidária

Via Classic arma evento em prol da arquiteta Darlene Vitor

© 2017 Revista it Home | Todos os Direitos Reservados | Tel. (11) 2673-5141