Que marravilha!

Sinônimo de inovação na cozinha, Claude Troisgros faz sucesso com a mescla de técnicas francesas

claude troisgros 1

O nome Troisgros circula no cenário gastronômico internacional há pelo menos três gerações. A família começou sua tradição na França dos anos 30. Pioneiro, Jean-Baptiste, o avô, provocou um tumulto no restrito circulo culinário francês ao sugerir vinho tinto para acompanhar peixe.

No mesmo caminho, os filhos Pierre (pai de Claude) e Jean foram encorajados a seguir a forma inquieta e ilimitada de cozinhar, definida por Jean-Baptiste como “a capacidade de harmonizar os tesouros da terra”.  Os irmãos Troisgros, junto com o grande amigo Paul Bocuse, inspiraram a revolução que até hoje suscita polêmica em todo o mundo: a Nouvelle Cuisine.

O restaurante Troisgros, em Roanne, praticamente colocou a cidade no mapa da gastronomia mundial. Anos depois, como reconhecimento, a prefeitura da cidade pintou sua estação de trem nas cores rosa-salmão e verde, em homenagem a um dos pratos criados pelos Troisgros: um salmão tostado por fora, mas absolutamente translúcido por dentro, servido com molho de azedinha. Criações como esta logo garantiram ao restaurante as cobiçadas três estrelas do Guia Michelin.

Nascido nessa família de alquimistas, não se poderia esperar menos de Claude Troisgros, um dos grandes nomes da gastronomia internacional no momento e principal construtor da ponte entre cozinhas francesa e brasileira.

Formado pela Escola de Hotelaria Thonon Les Bains, Claude chegou ao Brasil pelas mãos de Gaston Lenotre, que a 32 anos desbravava a gastronomia carioca com o Le Pré Catalan, onde o então jovem chef trabalhou.

“ Um certo dia eu estava na cozinha do restaurante da família, na França, e o Gaston Lenotre, amigo de meu pai, chegou e perguntou quem queria ir com ele para trabalhar no Brasil. Fui o primeiro a levantar a mão. Meu contrato era de dois anos, mas nunca mais voltei”, recorda.

No Rio de Janeiro, Claude formou família e, apaixonado pela terra, lançou-se numa nova perspectiva culinária, que se transformou numa espécie de marca registrada. Ingredientes e sabores brasileiros, como caju, mandioquinha, açaí e jabuticaba se tornaram companheiros fiéis de clássicos como o foie grãs, o caviar e o soufflé, e estão presentes em várias de suas criações. “O Brasil é rico em iguarias de tirar o fôlego”, declara.

Em sua longa trajetória em solo brasileiro, Claude Troisgros abriu vários restaurantes e tornou-se consultor de tantos outros. No exterior, fez história encantando desde astros da música pop, como Mike Jagger e Elton John, às autoridades como os presidentes Clinton e Jacques Chirrac.

No Olympe, no Rio, reconhecido pela critica como o melhor restaurante francês da cidade, serve pratos fascinantes como o ravióli recheado de mousseline de inhame em molho aveludado de truta branca, o terrine de polvo com batata crocante e o famoso cheesecake caramelado com calda de goiaba – uma das melhores adaptações do Romeu-e-Julieta para o paladar da alta cozinha.

Nos últimos anos, o chef inaugurou novos restaurantes seguindo a cozinha francesa, mas com propostas diferentes: CT Brasserie, CT Boucherie e mais recentemente o CT Trattorie, com um cardápio de releituras de pratos clássicos da Itália, feitos e servidos sob a ótica francesa.

Eleito diversas vezes chef do ano por inúmeras publicações, Claude Troisgros serve alma francesa em corpo brasileiro (e vice-versa) em estilo grandioso.

Atualmente, comanda no canal a cabo GNT o programa “Que Marravilha”, onde prepara receitas dos telespectadores. O sucesso do programa rendeu inclusive livro. Lançado a poucos meses, “Jantares do Que Marravilha!” traz 14 menus com entrada, prato principal e sobremesa, divididos por ocasiões, como reunião entre amigos e encontro a dois.

Claude 2

Terrine de polvo com batata crocante

 

Claude 3

Paella

 

Este apClaude 4

Torta sufle de chocolate

 

 

Edição atual



capa032

[+] News

Prático, funcional e integrado

14 Setembro 2018
Prático, funcional e integrado

Bem arejado, projeto prioriza espaços com boa circulação e iluminação natural

Ao Ar Livre

13 Setembro 2018
Ao Ar Livre

Linha Tibbo

Cidade de Constantino

13 Setembro 2018
Cidade de Constantino

Berço da civilização, Istambul, na Turquia, foi capital dos impérios Romano e Otomano

Paulo Mendes da Rocha

13 Setembro 2018
Paulo Mendes da Rocha

Arquiteto é tema de exposição no Itaú Cultural

7 truques para ampliar espaços

12 Setembro 2018
7 truques para ampliar espaços

Arquiteta Cristiane Schiavoni lista soluções simples para trazer amplitude visual

Forma e Função

12 Setembro 2018
Forma e Função

Mesas de apoio da linha Sun

Paraíso High Tech

11 Setembro 2018
Paraíso High Tech

Tóquio é o exemplo de uma megalópole bem organizada e cheia de contrastes

Antes & Depois

11 Setembro 2018
Antes & Depois

Área gourmet é reformulada e segue estilo industrial, com uma leve pegada retrô

5 dúvidas sobre...sala de jantar

11 Setembro 2018
5 dúvidas sobre...sala de jantar

Arquiteta Nicole Finkel responde 

Giro Décor

06 Setembro 2018
Giro Décor

Visitamos as duas unidades da Loeil, em São Paulo

Luz & Design

05 Setembro 2018
Luz & Design

Luminárias, pendentes e abajures para diferentes estilos de ambientes

Minimalismo

05 Setembro 2018
Minimalismo

Mesa Lateral Cloe

Subway-Tiles

05 Setembro 2018
Subway-Tiles

Porcelanato Grid

Entrevistamos os designers do atelie oï

04 Setembro 2018
Entrevistamos os designers do atelie oï

Trio suíço é tema de exposição no Museu da Casa Brasileira  

Décor Sustentável

04 Setembro 2018
Décor Sustentável

Gamela Corte da Terra

© 2017 Revista it Home | Todos os Direitos Reservados | Tel. (11) 2673-5141