fbpx

Casa original

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

CASACOR São Paulo retoma formato tradicional e traz provocações sobre o viver natural, ancestral e o morar na era digital em 56 ambientes

 

Mais de um ano depois, a CASACOR São Paulo reabre suas portas em seu formato tradicional e com uma volta às origens, como o próprio tema desta edição sugere. Assim como era em seus primeiros anos de existência, a mostra deixa o Jockey Club e retoma o modelo itinerante, inaugurando o novo Parque Mirante, anexo ao Allianz Parque. A mostra ocupa todo o rooftop do prédio – com vista privilegiada para o Pico do Jaraguá –  e mais um pavimento do edifício.

 

Ambiente Portinari na casacor
Neutro e fluido, o espaço Aconchegos Portinari, da Très Arquitetura, traz referências de uma atmosfera minimalista, com uma paleta clara e suave, uso de tecidos neutros e mobiliário de traços leves

 

 

Até o dia 15 de novembro, quem visitar a CASACOR São Paulo vai se deparar com 56 ambientes, entre casas, estúdios e lofts, que promovem uma série de reflexões, sobretudo pelo desejo de retorno às raízes, de buscar na ancestralidade e na simplicidade o necessário equilíbrio entre o passado e o futuro.

 

Estúdio Terra CASACOR
O Estúdio Terra, de Beatriz Quinelato, inspira uma natureza bruta por meio dos tons terrosos, do piso de tijolo, do verde da vegetação e do mix de texturas

 

Ao percorrer os espaços da mostra, fica evidente a aposta nos materiais naturais, nas texturas, nas formas orgânicas e nos tons claros e terrosos, além de uma maior preocupação com a entrada de luz e a ventilação natural.

 

Jardim das Alamedas de Fabiana Ferré na mostra CASACOR SP
Jardim das Alamedas, de Fabiana Ferré, convida a contemplar o simples e desconectar-se do dia a dia, encontrando assim um oásis de tranquilidade | Foto: JP Image 

 

“Há muitos ambientes fluidos, que propiciam a convivência, sempre banhados de luz natural e muitas plantas, ecos da imersão que estamos vivendo nessa pandemia”, confirma Livia Pedreira, presidente do Conselho Curador da CASACOR São Paulo.

 

Sustentabilidade é um dos pilares da mostra

 

Além de adotar medidas como obra secas, reutilização de recursos hídricos, economia de energia, coleta seletiva, programa de reciclagem e destino adequado para resíduos, nesta edição, a CASACOR São Paulo fará 100% de compensação para suas emissões de carbono, além de ter a certificação Lixo Zero e o selo HBC (Healthy Building Certificate), que atesta saudabilidade nos ambientes do evento.

 

Ambiente de Nildo José na mostra CASACOR
Na Casa Olaria, de Nildo José para a CASACOR,  os rasgos orgânicos nas paredes abrigam dezenas de peças de cerâmica. A construção 100% seca resulta numa casa que será desmontada com todos os materiais reaproveitados.| Foto: MCA Estúdio

 

Outros reflexos da aplicação do programa de gestão de resíduos, podem ser vistos na mostra. A Casa LG ThinQ, criada pelo Estúdio Guto Requena + Pax.Arq, é um projeto disruptivo, de fabricação digital. Uma casa conectada com as novas tecnologias, construída a partir de chapas de compensado naval de pinus, usinadas em máquina CNC e montadas somente por encaixes. São três eixos de pórticos articulados por um módulo conector e revestidos com placas pré-fabricadas em madeira que montam paredes e teto.

 

 

Casa LG é um dos ambientes da CASACOR
 Casa LG ThinQ, criada pelo Estúdio Guto Requena + Pax.Arq. Uma obra limpa, sem resíduos, organizada e eficiente. | Foto: MCA Estúdio

 

Já o Ateliê Deca, criado por Leo Romano para parecer uma lanterna e ser um ponto iluminado na cidade, se apresenta como uma imponente estrutura de quase 400m². A arquitetura, com inspiração nórdica, traz leveza com uma técnica construtiva de travamento de madeira Cambará e telhado translúcido, que resulta em uma plasticidade simples, convidativa e, ao mesmo tempo sustentável. Os materiais empregados na base da construção são 100% reutilizáveis.

 

Atelie Deca na mostra CASACOR
O Ateliê Deca por Leo Romano foi pensado como um portal que convida o visitante a desacelerar de sua rotina atribulada e focar no que é mais essencial. Permeado de luz natural, o espaço transmite uma sensação boa, como um abraço em tempo de retomada | Foto: MCA Estúdio

 

Protocolos de visitação

A organização da CASACOR vai aplicar todos os protocolos vigentes na cidade de São Paulo. O primeiro deles torna obrigatória a apresentação da comprovação de vacinação com pelo menos 1 dose. É imprescindível a apresentação do passaporte da vacina, acessado pelo e-Saúde SP (https://e-saudesp.prefeitura.sp.gov.br/public-login) ou até mesmo pelo Conecte SUS, do Governo Federal (https://conectesus-paciente.saude.gov.br/menu/home). Também é obrigatório o uso de máscara durante todo o percurso, exceto em operações de bares e restaurantes, seguindo as regras sanitárias válidas em São Paulo.

 

CASACOR São Paulo 2021

Parque Mirante, na Rua Padre Antônio Tomás, 72, anexo ao Allianz Parque.

De 21 de setembro a 15 de novembro de 2021

Terça a Domingo das 12h às 22h

Bilheteria digital:

https://casacor.byinti.com

Estacionamento no Local:

R﹩50,00 (período de 4 horas)

R﹩5,00 (por hora adicional)

Valores dos ingressos:
R﹩ 80,00 (Terça a Quinta) – Inteira
R﹩ 40,00 (Terça a Quinta) – Meia entrada
R﹩ 100,00 (Sexta Sábado, Domingo e Feriados)
R﹩ 50,00 (Sexta Sábado, Domingo e Feriados) – Meia entrada

 

 

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

LEIA TAMBÉM

Perspectivas

Estreante na CASACOR SP, a arquiteta e urbanista Gabriela Mendes assina o…

Design Weekend

DW! chega à 10ª edição com uma programação de mais de 200…

Alameda das Artes

O paisagista Luciano Zanardo apresenta o seu ambiente, Alameda das Artes, na…