fbpx

Cor é vida

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Cores trazem ares de modernidade, sofisticação e descontração na reforma da arquitetura de interiores de apartamento 

 

Não é novidade que as cores nos projetos residenciais promovem sensações diversas aos moradores e visitantes. Por isso, ao serem aplicadas em um determinado local, trazem outra percepção ao espaço, indo muito além de apenas uma questão estética. Acostumada a trabalhar com elas de forma estratégica e assertiva em seus projetos, a arquiteta Marina Carvalho, à frente do escritório que leva o seu nome, recebeu carta branca para colorir um apartamento de 170 m², em Perdizes, capital de São Paulo. Os donos do apartamento, um jovem casal com um filho, designaram à profissional a missão de transformar o imóvel em um lugar mais moderno e aconchegante.

 

apartamento colorido
Fotos: JP Image

 

“Vibrei de alegria ao ter a liberdade de atuar com um dos assuntos que eu mais amo na vida, cores. Usamos a criatividade e bom senso para que o colorido fizesse sentido em cada ambiente”, comenta a arquiteta. Ela ainda ressalta que o projeto não se resume apenas na aplicação das cores. Pelo contrário! Para conceber o conforto e modernidade que os clientes tanto almejavam, a arquiteta ampliou a área social, integrando terraço com a sala, e promoveu um bom uso da marcenaria, que também é uma das estrelas do projeto.

 

hall azul

 

Logo na entrada do apartamento, já é possível ter ideia de como as cores foram aplicadas de forma inovadora. Ao elaborar um grande cubo azul, teto, portas e paredes receberam a mesma cor, formando um espaço monocromático. De um lado, uma porta dá acesso ao living e, do outro lado, está a entrada para o lavabo onde a arquiteta projetou uma serralheria que, quando o ambiente está com a luz acesa, parece uma grande luminária. Esse efeito acontece por conta do vidro leitoso que foi instalado para compor a porta. “Quando a visita entra no apartamento, ela tem uma sensação de inusitado e inesperado, já que não é muito normal ver um hall de entrada assim”, explana a arquiteta.

 

lavabo

 

Ao lado do hall de entrada, o lavabo do apartamento é sinônimo de elegância e praticidade. Por aqui, Marina desenhou um nicho com fundo de espelho, bem como a caixa de marcenaria revestida, composta por de lâminas de madeira, e uma pia de concreto aparente.

 

varanda aberta para sala colorida

 

Para tornar a área social mais ampla e aconchegante, a retirada da parede e esquadria, que ficavam entre a varanda e o living, foi primordial. Com isso, os pilares e a viga existentes formaram o pórtico que serviu de ponto de partida para a criação de uma estante vazada, que além de separar os dois ambientes de forma sutil, introduziu um pouco de privacidade ao estar do terraço. Para ajudar ligação entre os dois espaços, Marina investiu em um piso com porcelanato de 90 x 90 cm, que resultou em sensação de continuidade. “Assim, como a estante vazada, o mobiliário também recebeu a função de setorizar os ambientes de forma leve”, acrescenta.

 

sala cheia de cor

 

Na sala de estar, sofá e buffet delimitam o cômodo, que acompanhados de outros elementos tornam o local ainda mais agradável. Uma das curiosidades da sala é o painel cinza da TV onde também está escondido está a porta mimetizada que abre o acesso à ala íntima.

 

estante de cor azul vivo na sala

 

Sem dúvida, o maior destaque do living é a estante linear da cor azul. Como altura entre 60 e 65 cm, profundidade de 62cm na área do bar e 40cm na parte fechada, o móvel mistura nichos, portas fechadas, e serve diferentes ambientes, como a sala de jantar e um minibar em uma das pontas. O azul forte e marcante se mescla com o hall de entrada, dando um ar contemporâneo e descolado, sem saturar o ambiente.

 

sala de jantar com parede de tijolo aparente

 

Integrada ao estar, a sala de jantar do apartamento é outro local que evidencia cores e revestimentos que agregam na personalidade do imóvel. Na parede principal, os tijolos aparentes se destacam com o toque de rusticidade. Para tanto, a arquiteta trabalhou com junta de amarração, em que cada tijolo trava o deslocamento do outro.

 

sala de jantar com cadeiras coloridas e banco estofado

 

Mesa e as cadeiras circunscrevem a área de jantar, fazendo a separação dos outros cômodos. Ao invés de cadeiras em todos os lados da mesa, Marina colocou um banco, em um dos extremos, com o intuito de liberar espaço de circulação, possibilitando que mais pessoas possam sentar-se. “A pedido dos clientes, desenhamos um banco com futon e três gavetões, perfeitos para esconder os brinquedos do filho”, relembra.

 

varanda gourmet alegre e colorida

 

Com integração dos ambientes, a varanda do apartamento ganhou mais amplitude. Além disso, Marina foi muito feliz na combinação de cores, dispondo toda a alegria que o espaço precisava. Porém, mesmo com a variação dos tons, o cômodo ganhou um ar suave. Os azulejos com desenhos bordô revestem a área da churrasqueira e a base da bancada ilha, elaborada como ponto de apoio importante que contém um nicho para o frigobar. Além disso, a marcenaria planejada está por todos os lados, inclusive está embaixo da churrasqueira.

 

varanda relax com futon

 

“No outro extremo da varanda, projetamos um futon em L, executado em marcenaria com 30 cm altura 1 metro de profundidade, onde as pessoas podem se deitar tranquilamente e apreciar uma bela vista”, revela a profissional.

 

cozinha tem mix de cores com marcenaria rosa e revestimentos em cinza e branco

 

A cozinha é um dos pontos altos do projeto – tanto pela paleta suave, como pela praticidade do layout. A arquiteta montou um ambiente onde os moradores têm tudo de fácil acesso e para aproveitar o maior espaço possível, Marina projetou toda a marcenaria que abraçava o cômodo. No centro, um móvel ilha, com estrutura de serralheria, serve não apenas de apoio na hora de cozinhar, como também recebe refeições rápidas, entregando praticidade ao dia a dia.

 

cozinha colorida tem armários em tom de rosa

 

Assim como o restante do apartamento, não falta cor neste ambiente. O rosa, o branco e o cinza entram em total sincronia para compor a paleta desta cozinha que, junto aos revestimentos, exala uma certa delicadeza, sem parecer sem graça. O piso, de porcelanato de 90 x 90 cm, evoca o visual de concreto e, nas paredes, as cerâmicas brancas lembram os metrôs de Londres e Nova York.

 

quarto de casal do apê com cores

 

O dormitório do casal foi um dos ambientes que mais sofreu mudanças no projeto. Com 14 m², o layout foi totalmente modificado de forma estratégica, alcançando a área de 16 m². Com o intuito de abrir espaço para um ganhar um closet, que ficou integrado ao ambiente, uma parte da parede lateral foi demolida para adicionar armários no lugar, resultando em um bom espaço para o casal guardar tudo. A cama, que originalmente ficava em outra posição, mudou para perto da janela, onde a arquiteta inseriu uma marcenaria para a cabeceira. Junto à cabeceira ainda foram adicionadas mesas laterais que ficam soltas e distantes do piso, fixadas nas arandelas.

 

+ PRA VOCÊ: Casa de boneca

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

LEIA TAMBÉM

Minimalista e atemporal

A arquiteta Sabina Kalaoun, do Studio LAK, se muda com o marido…

Reforma completa

Apartamento ganhou ares de casa a pós a reforma que integrou ambientes…

A arte de Basiches

Arquiteto e artista plástico José Ricardo Basiches abre exposição Traços e Contextos…