fbpx

Décor eclético

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Apartamento colorido, exuberante e com bossa carioca em pleno coração de São Paulo

 

Décor eclético
Fotos: Denilson Machado / MCA Estúdio

 

A advogada, atriz e gestora cultural Sandra Rodrigues procurou o escritório Pílula Arquitetura, dos arquitetos Richard de Mattos e Maria Clara de Carvalho, ainda durante o processo de compra de seu apartamento em São Paulo, com a intenção de fazer uma reforma completa. Antes de adquirir esse imóvel no centro da cidade, a cliente se dividia entre a capital paulista e o Rio de Janeiro, tendo sido um processo difícil para ela abrir mão de seu apê carioca.

 

apartamento com bossa carioca
A moradora Sandra Rodrigues, em seu novo apê em São Paulo

 

Para a nova fase, a cliente elegeu um apartamento no icônico edifício Louvre, projetado pelo paulistano João Artacho Jurado na década de 1950, localizado na tradicional Avenida São Luís, no centro de São Paulo. O prédio é tombado desde 1992 pelo Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio). Para adaptar a planta do antigo imóvel às necessidades da nova moradora, o apartamento passou por diversas modificações.

 

 

“A cliente adora aproveitar sua liberdade e receber amigos; por isso, foi um desejo dela que a cozinha fosse integrada com a sala, mantendo a possibilidade de divisão. Para isso, entre a sala e a cozinha, foi instalado um painel em peroba rosa maciça, garimpado em uma demolição”, descreve Maria Clara.

 

 

Na área social, a paleta de cores é inspirada nas pastilhas da fachada do prédio, que invadem a varanda, levando um delicado tom de rosa para o teto, que é replicado também nas portas, batentes e rodapés. Já o tom azul-esverdeado nas paredes foi com o intuito de fazer uma referência à natureza e às águas do mar do Rio de Janeiro. O piso em taco é original do apartamento e foi restaurado, com acabamento fosco.

 

varanda rosa e verde

 

Diversos móveis em evidência na área social são do acervo pessoal da cliente. “Ela já possuía mobiliário e adornos muito interessantes, adquiridos ao longo de anos e que claramente contavam sua história de vida. Esse acabou sendo o ponto de partida para um projeto descolado e colorido, que conversasse com aqueles objetos que traziam bastante da sua história”, conta Maria Clara.

 

 

Entre eles, estão o espelho de piso antigo, com três folhas articuladas; a cristaleira antiga com acabamento dourado; o móvel-bar vintage com o corpo laranja; o trio de mesas azulejadas, usadas como mesa de centro; o semáforo apoiado no chão, entre outros. “A estante preta apoiada sobre tijolos de concreto, na verdade, funcionava de forma isolada e na posição vertical na antiga residência. Essa nova disposição serviu para expor as peças de adornos que fazem parte da coleção da cliente”, explica a arquiteta.

 

 

Outro destaque deste apartamento colorido é o tríptico “Toada”, posicionado acima do sofá, um óleo sobre tela de 150x230cm assinado pelo artista visual João Fasolino. “O artista faz muitas viagens de carro por estradas brasileiras e isso acaba sendo uma característica marcante do seu processo criativo. Esta obra, por exemplo, foi criada a partir do deslocamento para a região do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e constrói uma imagem ‘tropical’ a partir dos clichês, abordando uma discussão sobre a idealização popular do que seria local”, conta Richard.

 

 

Já na cozinha, as cores são mais intensas: a caixa da geladeira ganhou acabamento laqueado na cor magenta e os armários superiores em laca verde-acqua. O desenho da marcenaria foi todo executado em compensado de MDF e revestido em folhas naturais de freijó. A bancada foi feita em quartzo branco e, para o frontispício, a dupla desenhou uma calha para colocar temperos e utensílios, com espelho ao fundo. Ele reflete o revestimento da parede oposta, um porcelanato que remete a escamas de peixe.

 

cozinha colorido

 

No quarto da moradora o ponto de partida foi o papel de parede estampado “Jardim Exotique”. “Ele foi a inspiração para pintar todas as paredes do cômodo no mesmo tom de azul, trazendo a sensação de aconchego para este ambiente”, aponta Richard.

 

quarto colorido com papel de parede

 

Já no banheiro, a bancada foi projetada em um mármore rosê translúcido, com uma iluminação por baixo. O piso é todo em pedra portuguesa branca, para conferir leveza e remeter aos calçadões das praias cariocas. O armário inferior foi desenhado pelos arquitetos, feito em ripas de madeira dispostos no formato chevron.

 

banheiro rosa neutro

 

O resultado é um apartamento colorido e exuberante, com o visual marcante que reflete a personalidade da moradora e suas origens, respeitando também a história e características do icônico edifício.

 

+ PRA VOCÊ: Alugado e com a cara do dono

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

LEIA TAMBÉM

Neutro e atemporal

O projeto deste apartamento de 137 m² aposta em uma paleta de…

Tons claros e luz natural

Décor minimalista, luz natural e ambientes integrados prevalecem após reforma promovida neste…

Cozinhas retrô 

Para resgatar a memória afetiva e tornar os ambientes ainda mais acolhedores,…