fbpx

Tamanho da paz

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Na área rural da serra fluminense, a casa de campo da arquiteta Natália Lemos passou por uma reforma completa que teve a sustentabilidade como pilar

 

TEXTO: JULYANA OLIVEIRA | FOTOS: DENILSON MACHADO/MCA ESTÚDIO

 

Em meio à região serrana do Rio de Janeiro, a arquiteta Natália Lemos nos convida a conhecer sua casa de campo, que passou por uma reforma completa. Cada detalhe da moradia foi repensado com um carinho singular, envolvendo-a em uma estética rústica que dialoga com a exuberância da natureza circundante.

 

Na área de externa, Natália instalou um novo pergolado de toras de eucalipto certificadas e teto forrado de junco, criando uma deliciosa área de estar 

 

A busca por um retiro campestre levou a arquiteta e o marido a adquirirem essa propriedade na área rural. Para Natália, que cresceu em uma fazenda em Minas Gerais, a escolha foi uma manifestação do desejo de proporcionar à família um contato íntimo com a vida no campo. No entanto, foi necessária a renovação completa do imóvel, construído há 38 anos – desafio que a arquiteta abraçou com paixão.

 

O cantinho com banco de madeira de cinco metros de extensão, poltrona Adirondack e balanço foi projetado para apreciar a vista das montanhas

 

A estética rústica permeia todo o projeto desta casa de campo, cujos forros de madeira ganharam um novo frescor ao serem pintados de branco. O foco na sustentabilidade esteve presente em toda a revitalização, que priorizou o reaproveitamento da madeira original da propriedade enquanto troncos de eucalipto certificados, junco e dormentes de trem, adquiridos em Minas Gerais, foram habilmente incorporados à marcenaria. Além deles, pedras, palha, sisal, lã e couro complementam o hall de materiais com texturas naturais escolhidos pela arquiteta em prol do aconchego.

 

Da piscina, a vista para a vegetação e montanhas da serra fluminense é exuberante na casa de campo da arquiteta

 

Para acentuar a serenidade do projeto, a paleta de cores conta com tons claros e neutros predominantes, enquanto o verde suave das esquadrias destaca-se como uma pincelada de cor no décor.

 

A área externa tornou-se um lugar especial, onde um pergolado antigo e uma trepadeira exuberante protegem a churrasqueira e o forno de pizza. A ampliação do espaço foi feita com a adição de um novo pergolado, que se estende em meio às toras de eucalipto certificadas e possui teto forrado de junco.

Sob o pergolado já coberto por uma trepadeira, o espaço gourmet ao ar livre atesta a simplicidade e beleza do estilo rústico que pautou o projeto da casa de campo

 

“Essa cobertura criou um jogo de luz e sombra incrível, projetada sobre um ambiente de estar ao ar livre, com sofá, banco de madeira com cinco metros de extensão, balanço fixado no teto e poltronas Adirondack. Toda essa área externa se conecta ao verde e nos proporciona uma vista linda das montanhas”, festeja Natália.

O décor é repleto de memória afetiva e inclui peças como o relógio de parede que pertencia ao avô do novo morador

Nos interiores, a decoração da casa de campo é uma mescla de peças novas e garimpadas que revelam histórias e afetos. Uma tábua de queijos, que pertencia ao avô de Natália, por exemplo, foi transformada em um aparador. Já o relógio de parede, vindo dos avós de seu marido, ganhou lugar de destaque no lar.

 

A divisão entre sala e cozinha é demarcada somente pelo piso, onde as réguas de madeira se unem ao revestimento cimentício de forma descasada. Ao fundo, o fogão à lenha pertencia aos antigos donos da residência e foi adquirido junto à compra do imóvel e incorporado ao décor

 

“Me inspirei na rusticidade do campo, com paredes caiadas, toras de madeira, muito cimento queimado e palha. O desafio era reunir essas características e criar um clima de simplicidade e aconchego. Acho que conseguimos. Cada espaço da casa reflete o amor e a dedicação investidos nesse projeto tão especial”, finaliza a arquiteta.

 

No jardim, pufes, balanço e fogo de chão para contemplar as montanhas, o verde e o céu estrelado

 

+ PRA VOCÊ: Romantismo vintage

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

LEIA TAMBÉM

Minimalista e atemporal

A arquiteta Sabina Kalaoun, do Studio LAK, se muda com o marido…

Reforma completa

Apartamento ganhou ares de casa a pós a reforma que integrou ambientes…

A arte de Basiches

Arquiteto e artista plástico José Ricardo Basiches abre exposição Traços e Contextos…