fbpx

Casa invertida

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Construída num declive de 4 metros, casa de 500 m² tem piscina e área social num nível abaixo da rua

 

Uma residência de 507 m² com necessidades inusitadas: esse é o projeto da Casa Átrio, assinado pelo arquiteto Marcos Sonego. Localizado em Criciúma, Santa Catarina, ele trouxe um desafio criativo para os profissionais envolvidos. Missão cumprida com sucesso!

 

casa com piscina
Fotos: Nine Roberge

 

Tudo começou com a escolha do terreno junto aos clientes, uma família com dois filhos adolescentes. O local tinha um declive de 4m e, por isso, precisou de algumas soluções diferenciadas para que funcionasse de acordo com o desejo dos moradores. “Eles solicitaram que a piscina estivesse no solo e que as áreas sociais estivessem no mesmo nível. Como a orientação solar dos fundos é mais adequada à piscina, esses espaços ficariam abaixo da rua”, conta o arquiteto. Assim, o acesso principal, o hall, os quartos e a garagem foram construídos na altura da alameda. Resumindo: uma casa invertida.

 

casa atrio

 

O encaminhamento do térreo ao andar inferior é feito através de uma escada solta, ladeada por um átrio, o coração verde da casa, banhado de luz natural. Um verdadeiro refúgio para os momentos de descanso entre a família e os amigos.

 

casa

 

Ao entrar na residência, a decoração continua revelando elegância e personalidade. A aplicação de materiais com texturas orgânicas, cores neutras e traços puros, entram em sinergia com a proposta arquitetônica. O couro, a madeira e a pedra natural também marcam presença nos ambientes.

 

 

Procurando harmonia e um estilo atemporal, Marcos Sonego escolheu os porcelanatos da Portinari para revestir toda a casa. Do piso geral da área social até a piscina, passando pelas paredes, cada cantinho recebeu esse conceito.

 

 

“Praticidade foi um fator determinante para a escolha dos revestimentos. Aliada à estética marcante, obtivemos o resultado sonhado por essa família”, afirma o profissional.

 

 

+ PRA VOCÊ: Cercada pela natureza

 

20 respostas

  1. O cenário mudou, as pessoas estão usando um estilo minimalista, uma casa com medidas p construir um prédio, vc fica refem de manutenção e limpeza. Tem que ganhar muito dinheiro p manter este elefante branco. Tenho preferência por ambientes sem divisórias com medidas inferiores no andar superior com uma piscina no ruftop com medidas 2 x 12 o suficiente p me exercitar. Não dispenso churrasqueira e lareira. Como a construção fica no andar superior tenho possibilidade de muitas portas de vidro que me da muita ventilação não havendo necessidade de ar condicionado.

  2. Projeto muito bonito. Parabéns Marcos!
    Um “indevido” gasta o seu tempo para vir aqui na página e registrar um comentário desnecessário de que não agradou do projeto.. Inapropriado e desnecessário.

  3. Interessante, ampla e com luminosidade não dá pra perceber a ventilação. Como arquiteto gostaria de ver um corte longitudinal e não chamaria de casa “invertida” não é uma invenção!!!?

  4. Eu achei bem diferente bonita e passa uma sensação de arejada, tem em uma combinação bastante adequada com o ambiente, mas achei que faltou algo na decoração porque está parecendo mais uma casa de demonstração, um Museo pq não tem um ” aconchego” algo que traz uma sensação de estar em casa , admito que o meno é mais , mas está faltando vida , talvez cores, flores , enfim só uma opinião.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

LEIA TAMBÉM

Minimalista e atemporal

A arquiteta Sabina Kalaoun, do Studio LAK, se muda com o marido…

Reforma completa

Apartamento ganhou ares de casa a pós a reforma que integrou ambientes…

A arte de Basiches

Arquiteto e artista plástico José Ricardo Basiches abre exposição Traços e Contextos…