fbpx

Em nome do aconchego

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Apartamento da arquiteta Camila Dirani tem paleta neutra e um toque contemporâneo, com uma leve pegada rústica-urbana

 

Por Redação itHOME / Fotos: Eder Bruscagin

 

Com 124 m², este apartamento em Alphaville é a nova morada da arquiteta Camila Dirani, sócia do escritório Dirani e Marchió com a também arquiteta Maira Marchió. Recém-casada, Camila buscava um lar aconchegante e ao mesmo tempo com uma boa área de circulação e convivência para receber os amigos.

 

sala do apartamento da arquiteta Camila Dirani
Décor tem base neutra e detalhes em tons de azul e rosa

 

Assinado a quatro mãos com a Maira, o projeto do novo apartamento da Camila ganhou uma paleta neutra, com um toque bem contemporâneo e uma leve pegada rústica-urbana, com o uso do cimento queimado na parede de pé-direito duplo da sala e na escolha do piso em madeira de demolição cumaru para aquecer os ambientes.

 

Área social integrada
Sala de TV, jantar e cozinha integrados formam uma única área social

 

Fluido, o layout se distribui em sala de estar, jantar e cozinha integradas, lavabo, área de serviço, despensa e sala de TV no pavimento inferior, enquanto o piso superior fica destinado à área íntima, com a suíte do casal, segundo dormitório e banheiro.

 

Simplicidade e elegância refletida na escolha do vaso solo, de Guilherme Wentz

 

Na sala de estar foram usadas as poltronas Concha da década de 1960, com design de Martin Eisler e Carlo Hauner, garimpadas em antiquários. Na entrada do apartamento, a simplicidade da composição do vaso solo de Guilherme Wentz com a prateleira metálica de Fernando Jaeger refletem bem o estilo do casal.

 

quarto do casal
Quarto do casal ganha tons de cinza e cabeceira em madeira ripada

 

No quarto, o armário com portas escuras recebeu internamente o uso de madeira, vidro, laca cinza e cabideiros forrados em couro, o com um desenho personalizado.

 

cozinha do apartamento
A cozinha aberta e integrada à sala favorece os encontros sociais

 

Na cozinha, além do uso do material dekton e silestone nas bancadas, a generosa bancada de 3,50m da ilha se torna funcional para duas banquetas altas para refeições rápidas e portas mimetizadas para o lado da sala de jantar que servem como apoio com utensílios de servir, taças e jarras.

 

O uso da base neutra com madeira, cimento queimado, branco e chumbo guiou o moodboard, tornando o espaço mais atemporal e contemporâneo, que pode ser facilmente modificado com cores e estilo de mobiliário.

 

Escada e parede em cimento queimado traz atmosfera urbana ao décor contemporâneo

 

Bem arejado, o apartamento tem uma grande área envidraçada e, para conter a incidência de sol, foram usadas persianas rolos atrás da cortina de gaze de linho. Priorizou-se ainda o uso do rodapé invertido, inclusive na escada de cimento queimado, deixando as paredes mais clean. A escada e a parede de cimento queimado são o destaque do apartamento, elementos simples e que deram um toque charmoso ao resultado e proposta.

 

+ PRA VOCÊ: Toque de cor e descontração

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

LEIA TAMBÉM

Neutro e contemporâneo

Décor equilibrou o estilo discreto dos moradores com uma composição de formas…

Arquitetura ESG

Na agenda da 10ª DW!, evento online vai debater o uso de…

Sombra e água fresca

Arquiteto paisagista explica a diferença entre gazebos e pergolados e ensina como…