fbpx

Lar pet friendly

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Do layout dos ambientes à escolha de móveis e revestimentos, tudo na reforma deste apartamento foi pensado para o bem-estar dos pets do casal

 

Texto: Redação it HOME | Fotos: Cris Farhat 

 

Este apartamento localizado na Avenida Angélica, zona oeste de São Paulo, é o que se pode chamar de verdadeiro lar pet friendly. Com 250 m², ele foi projetado pelas arquitetas Gabrieli Azevedo, Fernanda Lins, Ana Pernambuco e Bruna Marchiori, do escritório MATÚ Arquitetura, para mesclar os interesses e personalidades dos moradores – ela, romântica; ele, admirador do estilo industrial -, mas, acima de tudo, para os pets que vivem com eles: três gatos e dois cães, incluindo um com deficiência visual.

 

Os moradores com seus cães: projeto foi pensado no bem-estar dos pets
O casal de moradores com seus dois cães no sofá, modular, mais baixo e de fácil acesso aos pets

 

“Já no primeiro contato, os clientes falaram sobre o interesse em ‘gatificar’ o apartamento”, contam as profissionais do MATÚ. Aliando funcionalidade e estética, as arquitetas buscaram atender as demandas de cada um. Na área social, por exemplo, a estante principal faz às vezes de playground para os gatos, enquanto um sofá mais baixo e modular foi o escolhido para ajudar na acessibilidade dos cães.

 

home office integrado à sala, onde banco e sofá foram pensados para acesso dos cães e gatos
Portas de correr permitem integrar ou isolar o home office

 

Também por ali, integrado à sala, mas com a opção de isolamento, foi projetado um escritório para o morador trabalhar e tocar sua guitarra nos momentos de descontração. E para agradar à moradora, amante de arte e literatura, as arquitetas desenharam um grande banco abaixo da janela, onde passa horas em momentos de leitura e contemplação. Também é ali onde ela expões algumas peças de arte de valor afetivo.

 

 

Nesta casa pet frendly, a estante é um playground para gatos
A estante da sala também faz às vezes de playground para os gatos

 

Um dos grandes destaques do projeto é mesmo a estante de prateleiras em serralheria branca na sala. A ideia era conciliar função e design a um equipamento que, normalmente, tem pouco apelo estético. Visto a importância dos animais de estimação na família, as arquitetas tiveram a liberdade para assumir este elemento como uma peça de destaque, com formas e dimensões compatíveis com a escala do apartamento.

 

Cozinha com cantos arredondados pensada para convívio com os pets
Na cozinha, fica evidente a preocupação com os acabamentos e cantos arredondados

 

A cozinha, por sua vez, foi projetada com uma marcenaria sob medida, de cantos arredondados, pela tentativa de fugir do óbvio e minimizar as quinas, conciliando formas e funções mais diferenciadas. Desde o início, os clientes sugeriram a utilização de algumas peças de maneira inusitada e criativa, com possibilidade de personalizar os acabamentos de cores e tecidos. Além da estética e funcionalidade muito bem atendidas, os móveis foram o elo final para um lar cheio de referências afetivas da família.

 

estante de serralheria
O quarto do morador tem linguagem industrial, com divisor de ambientes e estante feitos em serralheria

 

Nas áreas íntimas, o direcionamento foi o mesmo, sendo um dos quartos o templo de meditação, leitura e exposição dos itens mais pessoais para ela, outro quarto com demandas maiores de armazenamento e uma linguagem mais industrial para ele e, por fim, o quarto do casal, que na verdade é o quarto da família. Nele, o grande tablado não só amarra as demandas de armazenamento e acessibilidade, como também organiza o ambiente de dormir de maneira confortável para toda família permanecer unida, em uma só estrutura, mas cada um com o seu espaço.

 

 

Quarto tem cama sobre tablado para facilitar acesso dos pets
O dormitório da família ganhou cama sobre tablado onde é possível armazenar e organizar diversos itens, além de ser mais acessível aos pets

 

Além disso, a peça foi desenhada a partir da preocupação dos clientes com o acesso dos animais por baixo da cama box que eles possuíam anteriormente, com vãos perigosos e de difícil alcance. O tablado foi o resultado do bloqueio deste acesso, somado a demais funções facilitadoras em relação a otimização do espaço.

 

sauna
O antigo banheiro de serviço deu vez a uma pequena sauna, antigo desejo do casal

 

O principal desafio, entretanto, foi transformar o original banheiro de serviço em sauna, um desejo do casal. O pedido era por uma sauna minimalista e impactante, por isso, uma única linha de revestimentos foi trabalhada tanto para o piso como nas paredes, porém com cores diferentes e complementares em cada trecho da sauna, sem que pesasse esteticamente nesse pequeno ambiente.

 

+ PRA VOCÊ: Aconchego em família

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

LEIA TAMBÉM

Minimalista e atemporal

A arquiteta Sabina Kalaoun, do Studio LAK, se muda com o marido…

Reforma completa

Apartamento ganhou ares de casa a pós a reforma que integrou ambientes…

A arte de Basiches

Arquiteto e artista plástico José Ricardo Basiches abre exposição Traços e Contextos…