Liderança

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Primeira no Brasil a produzir nacionalmente revestimentos de grandes formatos, Roca Cerámica reafirma liderança no mercado e fecha o ano com crescimento no faturamento e número de funcionários

Visionária e confiante no mercado, a Roca Brasil Cerámica se firma como referência no setor de revestimentos. Detentora das marcas Roca Cerámica e Incepa, possui fábricas em Campo Largo e São Mateus do Sul (PR) com tecnologias up to date, possibilitando que a empresa seja a primeira no Brasil a produzir, nacionalmente, lâminas e lastras SuperFormatos. “Trabalhamos com um olhar no presente, mas também para o futuro. E com grande satisfação constatamos que estávamos preparados para esse futuro, que chegou mais cedo em função dos desdobramentos que o Brasil e o mundo viveram em 2020”, afirma Sérgio Wuaden, presidente (Managing Director) da Roca Brasil Cerámica.

Mesmo com a insegurança do cenário político-econômico do Brasil e as incertezas de um contexto que jamais fora previsto, a empresa começou a colher os frutos das estratégias que culminaram no grande lançamento que chegou para suprir uma carência significativa: as lâminas e lastras SuperFormatos que começaram a ser fabricadas em janeiro de 2020. “Por meio do investimento constante em tecnologia que realizamos nos quatro últimos anos e nossa visão global de mercado, estivemos preparados para, apesar de toda a crise, superar as metas de forma global”, afirma Wuaden. Ações acertadas permitiram que a Roca Brasil Cerámica registrasse, nos 3 trimestres de 2020, um faturamento 21% maior do que o registrado em igual período de 2019. “Esperamos um resultado 27% maior ao final de 2020”, afirma Wuaden. “Atribuímos nosso resultado positivo às estratégias de posicionamento de mercado, à nossa linha de produtos muito inovadora, e à atuação acertada nos movimentos no início da pandemia, vindas de uma crença no mercado e sua recuperação”, diz Wuaden, que comemora, também, o incremento no quadro de funcionários da empresa, que fechou com um crescimento de 14% quando comparado a 2019.

“Já com vistas para 2021, enxergamos como oportunidades a expansão do mercado brasileiro de construção civil e alguns fatores políticos e econômicos em nível mundial, que nos permitem levar nossa produção para o exterior. Além de ampliar a presença nos EUA, estamos confiantes quanto a real oportunidade de expandir nossa atuação no mercado europeu”, afirma o presidente.

Porcelanato da série Fire, da Roca Cerámica


SuperFormatos

Responsáveis pelo bom resultado, os SuperFormatos da Roca Brasil Cerámica são versáteis e atendem ao mercado brasileiro, que vem descobrindo suas vantagens. “Nossa percepção é de que o mercado aguardava esse tipo de solução. Enxergamos, hoje, que estamos apenas no início desse nicho, que deverá se desenvolver pelos próximos anos. Nossa previsão é de um crescimento na ordem de 100% de volume, a cada dois ou três anos”, indica Wuaden.

Pioneira na produção nacional dessas peças, a história da Roca Brasil Cerámica com os SuperFormatos teve início em 2015, com a aquisição da compactadora Contínua+. “Somos a única empresa das Américas que conta com esse maquinário, que nos permite produzir peças tão expressivas e com uma espessura muito inferior aos produtos semelhantes encontrados no mercado”, diz Wuaden, que complementa: “sabemos que a partir de agora outros fabricantes deverão nos seguir neste processo de inovação”.

Em 2018, a Roca Brasil Cerámica passou a produzir nacionalmente o primeiro SuperFormato, de 1,20 x 1,20 m e com a menor espessura do mercado, de apenas 7 mm. Em 2020, dois novos formatos inteligentes foram adicionados ao portfólio: o de 1 x 2 m, altura que permite que o transporte por elevador, e o de 1,2 x 2,5 m, que corresponde à altura de um pé-direito padrão. “No mercado interno, somos líderes de produção e venda de lâminas e lastras SuperFormatos. Temos uma capacidade produtiva na ordem de 12,5% em termos de volume em SuperFormato, que tem sido usada 100% durante 2020”, afirma Wuaden.

Tecnologia e inovação

Além da inovação tecnológica, os SuperFormatos vieram para atender a demandas que, até então, o mercado de revestimento nacional não supria. “Tivemos um feedback extremamente positivo de clientes e do mercado de construção, principalmente em relação aos formatos inteligentes que optamos por produzir”, indica Christie Schulka, Marketing Manager da Roca Brasil Cerámica. Isso porque os SuperFormatos, além de possibilitarem a cobertura de grandes superfícies sem o incômodo das juntas, foram produzidos com tamanhos estratégicos.

Aposta da Roca Brasil Cerámica, o formato 1,2 x 2,5 m se assemelha ao pé-direito mais comum nas construções brasileiras, permitindo que se faça um revestimento de parede sem nenhuma junta horizontal. Já o formato 1 x 2 m é uma solução inteligente para reformas em apartamentos, pois pode ser facilmente transportado por elevadores ou escadas, sem as preocupações com içamento. “Nossos SuperFormatos também foram muito elogiados na produção de mobiliários, seja para um tampo de mesa, por exemplo, ou balcão de cozinha”, indica Christie. Isso porque ele possibilita a criação de peças sem emenda, com uma espessura menor do que a que se teria com uma pedra natural. Além da praticidade, a resistência do material – especialmente ao manchamento – é uma enorme vantagem. “O design vem descobrindo a versatilidade do nosso material e por isso estamos trabalhando na formação de marmoristas que se capacitam para a execução desse nicho, que segue crescendo nos projetos realizados no Brasil”, indica.

Linha Topázio, da Roca Cerámica, produzida com tinta exclusiva

 

Sempre atenta com as tendências mundiais, a Roca Brasil Cerámica também é pioneira no design dos revestimentos. “Investimos, no final de 2019 e início de 2020, em tintas de tons exclusivos, que apenas a Roca Brasil Cerámica pode utilizar nacionalmente”, explica Christie. São tons que nos permitiram a criação de peças vermelhas – que reproduzem, no SuperFormato, por exemplo, o efeito de aço oxidado – e verdes. “Isso faz com que sejamos os únicos a oferecer uma gama tão diversa, em formatos e design”, complementa.

Diante de um cenário tão positivo, a Roca Brasil Cerámica segue confiante no mercado nacional, oferecendo produtos de alta qualidade, vida útil e que ainda contribuem com questões primordiais como higiene, limpabilidade e versatilidade, uma vez que o porcelanato é tido como o piso mais higiênico existente. “Continuaremos a investir em tecnologia, acabamentos, texturas e tendências. E, sem dúvidas, os SuperFormatos continuarão como nosso foco, pois o mercado estava carente desse tipo de solução”, diz Sérgio Wuaden.

LEIA TAMBÉM:

João Armentano fala sobre a cuba Horizon, criada em parceria com a Roca

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

LEIA TAMBÉM

O balcão é o destaque

Um grande balcão de pastilhas azuis cria  a ponte de conexão entre…

Frescor e sofisticação

Projetado para duas irmãs, o apartamento de 330m² tem décor atemporal, com…

Interruptor Wi-Fi

Novo interruptor permite controlar a iluminação da casa à distância, podendo acender…