Convite ao convívio

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Junção de duas unidades dá origem a um apartamento amplo, arejado e com ambientes propícios ao convívio

Por: Denis Nunciaroni | Fotos: André Klotz

Um living de 70 m², ao mesmo tempo imponente e acolhedor, dá as boas-vindas a quem chega ao novo lar do casal. Tendo a amplitude e o conforto como premissas, a residência celebra os momentos em família e o conceito de casa para ser desfrutada.

Quem assina o instigante e refinado projeto de arquitetura e interiores é o arquiteto Olegário de Sá. Contratado com o imóvel ainda na fase de construção, o profissional conseguiu antecipar etapas, garantindo que o programa desenhado por ele fosse aceito pela incorporadora e executado em sua íntegra já pela construtora.

O apartamento de atuais 580 m², no Bosque Maia, em Guarulhos, é resultado da união de duas unidades autônomas e valoriza a integração de ambientes, propícios ao convívio.

“Os donos adoram promover encontros e receber os amigos, então, priorizamos duas grandes áreas sociais, que se interligam entre si, oferecendo dinamismo no uso da casa”, conta Olegário.

De um lado, living, varanda e home theater criam um generoso espaço de estar e lazer. Do outro, cozinha, jantar, terraço gourmet e adega dialogam e formam uma única área voltada para as reuniões gastronômicas, um dos hobbies dos moradores.

Conectando os dois polos, um profundo corredor surgiu como um importante desafio durante a reforma. “Era uma passagem muito extensa, com 15 m² lineares. A solução foi revestir piso, forro e paredes para dar a sensação de uma grande caixa de madeira, originando uma galeria cênica, com luz pontual, boiserie e obras de arte”, explica o arquiteto.

A madeira, aliás, é um interessante recurso utilizado para imprimir aconchego ao décor. Placas de freijó lavado percorrem parte do teto no living e as paredes do home, favorecendo uma atmosfera mais intimista, em contraponto aos materiais mais frios e sofisticados.

O piso da área social, por exemplo, é todo em mármore thassus, com marchetaria em mármore nero marquina, dispensando o uso de tapetes – um desejo da moradora. A mesma pedra cobre os balcões gourmet e da cozinha e reaparece em nova paginação, customizada em réguas filetadas, nas paredes do bar e da varanda.

Esse bem orquestrado mix de materiais nobres e rústicos confere uma linguagem contemporânea à decoração, que prima por uma curadoria precisa com o melhor do mobiliário italiano, entremeado por peças de design autoral brasileiro. Os móveis em tons claros e tecidos crus contrastam com as paredes em cinza, à exceção das poltronas amarelas – no home – e fúcsia – no bar -, que têm a função de trazer uma pincelada de cor e irreverência ao conjunto.

Para adornar as paredes e dar mais personalidade ao lar, arquiteto e moradores selecionaram obras de jovens artistas brasileiros. Ganham protagonismo o óleo sobre tela de Lucio Carvalho e as quatro grandes fotos de Fabiana Tedeschi no living, as imagens de Paulo Couri e Luiz Lucato no home e a tela verde de Matt Brit no jantar. Todas profundamente inspiradoras e com alto impacto na ambientação e no astral da casa.

O jantar com 12 lugares é perfeito para reunir os amigos em noites de reuniões em torno da boa mesa e conecta-se com uma adega para 800 rótulos.

Clean e elegante a cozinha é toda equipada com armários da coleção Paris, da Ornare, em design clássico que contrasta com a modernidade do apartamento. O piso em porcelanato é da Casa Portoro.

 

 

 

 

 

 

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

LEIA TAMBÉM

Cor e marcenaria como aliados

Apartamento de 38 m² aposta em móveis sob medida e paredes de…

Toques de cor e alto astral

Com aproximadamente 66m², esse apê, localizado em Pinheiros, São Paulo, ganhou novo…

Pequenos Projetos - Lucilla Mesquita

Eles são pequenos, mas nem por isso menos prestigiados. Os projetos com…